Export Day traz tendências e oportunidades em go to market para setor de TI

A quarta edição do Export Day, organizado pela Softex, em parceria com a Apex-Brasil, reuniu dia 5 de maio no espaço Cubo, em São Paulo, empresas do setor de TI e especialistas nacionais e internacionais da América Latina e EUA. Na ocasião, foram anunciados os HUBs da Softex no exterior e a renovação do Projeto Setorial Softex-Apex/Brasil, o Brasil IT+.

Sob o tema “Deep Dive em mercados internacionais de TI” as empresas do setor puderam assistir e debater oportunidades de consolidação e aprofundamento estratégico em go to market. Abrindo a sessão de palestras, a Apex-Brasil apresentou possibilidades de estratégia de internacionalização com case Totvs; seguida pela Advance Consulting com técnicas para aumento do desempenho de vendas em mercados internacionais; Drummond Advisors com atualidades sobre tributos nos EUA e a Noxbe com ferramentas de analyst relations para internacionalização. Num segundo momento, sob ambiente de mesa redonda, a Universidade da Califórnia deu dicas de condução de pesquisa de mercados com case da Clear Sale; enquanto que Cubo Start fechou o evento junto de especialistas da América Latina com o quadro Conexão Latina: negócios em expansão na Florida, México, Colômbia e Chile.

Já no período da tarde foi realizado o Kick off do International Way que, sob facilitação de Helen Dwight, Head de Marketing Latam da SAP e CEO da BizFluency, contou com mentores da Europa, América Latina e Estados Unidos. As mesas temáticas Fintech e Agritech contaram ainda com a presença especial de Erico Fileno, diretor de Inovação da Visa e Paulo Pontin, Country Manager da Verizon. Na mesa agritech, Totvs e Verizon discutiram possibilidades de proposta de valor em IOT para a Agritech brasileira no exterior. As duas empresas já estão com reunião marcada para dar continuidade nas conversas iniciadas durante o Export Day. Para demais empresas participantes do evento, os trabalhos também devem continuar por meio de ações do Brasil IT+, renovado por mais dois anos com a Apex-Brasil. “O Objetivo do Projeto é que as empresas possam continuamente testar mercados, vivenciar ambientes de negócios, prospectar clientes e parceiros, enquanto geram negócios e trabalham no plano de expansão”, explica Guilheme Amorim, gerente executivo da Softex.